Nova tecnologia faz virus criar eletricidade


Os vírus tem tipicamente uma má reputação, uma vez que está geralmente nos fazendo mal, mas acontece que eles poderiam ser uma força para o bem. Pesquisadores do Departamento de Energia do Lawrence Berkeley National Laboratory descobriram como usar vírus não humanos para gerar eletricidade a partir da energia cinética, que pode levar a gadgets que podem ser acionados pelo movimento humano.


Os cientistas fizeram o dispositivo piezoelétrico por um revestimento de um pequeno eletrodo com vírus de engenharia (clique aqui e veja o video). Quando virado com
um dedo, o dispositivo cria uma carga eléctrica cerca de um quarto a tensão de uma pilha AAA.


Primeiro, confirmaram que o bacteriófago M13 escolhido foi piezoeléctrico, em seguida, eles a engenharia para aumentar a tensão. O vírus é benigno para as pessoas, facilmente replicadas a engenharia é de organizar tudo em ordenados filmes finos. Os cientistas empilharam 20 camadas destes filmes, sobre o tamanho de um selo postal, e colocou a pilha entre dois eletrodos de folheados a ouro. Quando a pressão foi aplicado, o dispositivo poderia ligar um visor LCD pequeno.


"Estamos trabalhando agora em maneiras de melhorar essa prototipo. Como as ferramentas da biotecnologia permitem produção em larga escala de vírus geneticamente modificados, materiais piezoelétricos baseados em vírus poderiam oferecer uma rota simples de microeletrônica novos no futuro ", diz Seung-Wuk Lee, um cientista da faculdade na Divisão de Berkeley Lab de Física de Biociências e professor de bioengenharia na UC Berkeley .


No futuro, simplesmente fazendo nossas tarefas diárias, como subir escadas, abrindo e fechando portas, poderíamos estar alimentando nossos gadgets e nós vamos ter que agradecer aos vírus.


Fonte:  LBL

Share:

Facebook

Sobre

Blog Archive