Senado aprova imunização de meninas contra o HPV

A CAS também aprovou ontem projeto da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) que estabelece a imunização de meninas de 9 a 13 anos contra o papilomavírus humano (HPV), pelo Sistema Único de Saúde (SUS).  Como foi aprovado na forma de substitutivo, o projeto será submetido à votação em turno suplementar.

O texto inicial do projeto (PLS 238/11) prevê ­imunização para as mulheres de 9 a 40 anos. O substitutivo da relatora da matéria, senadora Marta Suplicy (PT-SP), porém, redefiniu para 9 a 13 anos o grupo prioritário para vacinação contra o HPV.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), argumentou a relatora, a vacinação em meninas nessa faixa etária é mais eficaz e
representa maior economia para a saúde pública.

Marta observou que, ­apenas no primeiro ano, será exigido um orçamento maior para a vacinação — cerca
de R$ 600 milhões. Nos anos seguintes, o valor passa para R$ 150 milhões, pois serão vacinadas somente as meninas que entrarem no grupo.

O substitutivo reforça a necessidade da prevenção, como o exame papanicolau, e de ações de combate ao câncer de colo do útero.

Fonte: Senado Federal
Share:

Facebook

Sobre