A profissão Cientista no Brasil

O Roda Viva do dia 25 de março recebeu a neurocientista Suzana Herculano-Houzel.

Para Suzana, o que falta no seguimento são cursos de especializações com mais qualidade e investimento. “O Brasil tem que primeiro levar a pós-graduação mais a sério. Mas a nossa graduação é extraordinária”. A pesquisadora conta que nos Estados Unidos, bem como outros países da Europa, os cursos de pós-graduação são levados muito a sério, como mais ênfases em aulas expositivas, discussões profundas e grande carga de leitura. “A aula expositiva pode ser extraordinária”, ressalta a neurocientista como críticas ao modelo aplicado no país.

Já no quesito financiamento de pesquisas, Suzana define: “Não é grande coisa, mas também não é ruim. A gente consegue manter um laboratório, fazer pesquisas”. O grande problema não seria o local e infraestrutura de pesquisa, porém a falta de mobilidade por outros estados.

Esse vídeo tem apenas um trecho de grande importante da entrevista.


Source: RodaVida e SuzanaHerculanoHouzel
Share:

Facebook

Sobre