O efeito antibacteriano do grafeno


Nanofolhas de óxido de grafeno, que são dispersáveis em água, foram produzidas utilizando o método de Hummer modificado. As células de E. coli foram incubadas com 100 ng/ ml de nanofolhas de óxido de grafeno a 37 °C.

O processo de incubação foi observado com microscopia eletrônica de transmissão (MET) durante o processo de incubação de 2,5 horas. Inicialmente, as células de E. coli toleram as nanofolhas de óxido de grafeno, especialmente em baixas concentrações. Porém, após algum tempo, as membranas celulares de E. coli foram parcialmente danificadas, com algumas células exibindo baixa densidade de fosfolipídios. Então, finalmente  houve perda da integridade celular devido à ação das folhas de grafeno: as membranas celulares foram severamente danificadas e, de quebra, algumas células perderam o seu citoplasma por completo. Os pesquisadores mostraram que existem dois tipos de mecanismos moleculares para a degradação induzida de membranas celulares de E. coli por grafeno.

Share:

Certificado de biossegurança de 64 empresas pode ser suspenso

Uma proposta de punição às instituições que realizam pesquisas com organismos geneticamente modificados (OGMs, também conhecidos como transgênicos) e ainda não enviaram seu relatório de atividades de 2012 foi apresentada nesta quinta-feira (19), na 165ª reunião ordinária da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio), em Brasília.  

A sugestão foi elaborada, a pedido da coordenação da CTNBio, pela especialista em defesa do consumidor do Ministério da Justiça Solange Teles, integrante da comissão. Na reunião de agosto, verificou-se a existência de 64 empresas irregulares nesse aspecto.

Share:

Cientistas finalizam relatório que reafirma culpa humana no aquecimento global

Os cientistas estão mais seguros do que nunca de que o ser humano é o maior responsável pelo aumento recente da temperatura da Terra, segundo o último relatório do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC, na sigla em inglês), que será aprovado no final desta semana.

Numa reunião iniciada nesta segunda-feira em Estocolmo, cientistas e representantes governamentais vão discutir, linha a linha, a redacção final do relatório sobre o que se sabe hoje acerca das alterações climáticas. Versões preliminares do documento classificam como “extremamente provável” (95% de certeza) que mais de metade da subida do termómetro global desde 1950 se deve às actividades humanas.

Share:

Brasil lidera ranking mundial de uso da biomassa na produção de energia

Segundo a pesquisa realizada pela IEA Bioenergy Task 40 - divisão especializada em bioenergia da Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) aponta que o o Brasil é o país que mais utiliza biomassa na produção de energia, sendo16% do uso mundial no setor. Em seguida estão os EUA (9%) e Alemanha (7%). De acordo com o material publicado recentemente, os 15 países do topo dessa lista representam 65% do uso global de biomassa na matriz energética. Atualmente, a biomassa representa cerca de 10% da produção de energia global.
Share:

Farmacêutico poderá prescrever remédios vendidos sem receita

Uma nova resolução do CFF (Conselho Federal de Farmácia) autoriza os farmacêuticos a prescreverem remédios que não exijam prescrição médica, como analgésicos e antitérmicos.

A medida será publicada na próxima quarta no "Diário Oficial da União" e tem 180 dias para ser implantada.

Com a norma, eles poderão tratar o que chamam de "transtornos menores", como uma dor de cabeça ou diarreia. O cliente que chegar ao balcão da farmácia para comprar um analgésico poderá passar por uma "consulta" e receber um receituário com a assinatura e o carimbo do farmacêutico.

Share:

Fiocruz e MJ divulgam resultado da maior pesquisa sobre crack no mundo

Os usuários regulares de crack e/ou de formas similares de cocaína fumada (pasta-base, merla e oxi) somam 370 mil pessoas nas 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal. Considerada uma população oculta e de difícil acesso, representa 35% do total de consumidores de drogas ilícitas, com exceção da maconha, nesses municípios. A constatação faz parte do estudo Estimativa do número de usuários de crack e/ou similares nas capitais do país, divulgado nesta quinta-feira (19/9) pelos ministérios da Justiça e da Saúde. A pesquisa foi encomendada pela Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas (Senad) à Fiocruz. A metodologia usada na pesquisa é inédita no Brasil, pois foi a única capaz de estimar de forma mais precisa essas populações de difícil acesso. Para ler as pesquisas na íntegra clique aqui para o Livreto Domiciliar e aqui para o Livreto Epidemiológico.

Share:

Ilhas de plástico nos oceanos um problema global

O cientista e ecologista canadense David Suzuki, conhecido pelas séries de televisão sobre o meio ambiente, apelou hoje (20) em Sydney, na Austrália, pela limpeza das chamadas “sopas de plástico” nos oceanos.

Em entrevista à cadeia ABC, Suzuki disse que “alguém tem de limpar” essas enormes ilhas de plástico que podem ultrapassar o tamanho do estado norte-americano do Texas e que têm pequenos detritos que são confundidos com o plâncton pelos peixes.

As “sopas de plástico”, descobertas pela primeira vez em 1997, vão se formando e aumentando de tamanho por ação das correntes marítimas.

Share:

Pesquisas sobre doenças raras e negligenciadas poderão ser custeadas com recursos do programa de fomento à pesquisa em saúde

Pelo menos 30% dos recursos do Programa de Fomento à Pesquisa em Saúde poderão ser investidos em estudos para o tratamento de doenças raras e negligenciadas no país. A decisão caberá aos deputados que receberão nos próximos dias o projeto aprovado hoje (17) pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.

A proposta que está há quase um ano em discussão chega com alívio a quase 15 milhões de brasileiros que, segundo especialistas, sofrem com doenças como a neurofibromatose, que afeta o sistema nervoso e a pele, ou de esclerose lateral amiotrófica – que causa degeneração dos neurônios motores. Para médicos e estudiosos que acompanham o tema, a falta de informação sobre as doenças atualmente é uma das principais barreiras para o tratamento mais eficaz.

Share:

FAO alerta sobre ameaça do vírus da gripe aviária

A Organização para a Alimentação e a Agricultura (FAO) alertou a comunidade internacional ontem (16) sobre a ameaça dos vírus da gripe aviária H7N9 e H5N1, devido à proximidade da temporada das gripes. "Devemos manter uma vigilância constante”, disse o diretor do departamento de Veterinária da FAO, Juan Lubroth, em reunião conjunta com a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (cuja sigla em inglês é Usaid), a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

O alerta de Lubroth dá ênfase particular para o vírus H7N9, que não provoca sinais clínicos nos animais e é, portanto, muito difícil de ser detectado nas aves de criação. Para melhorar a resposta a este vírus, a FAO destinou US$ 2 milhões em fundos de emergência, aos quais se juntaram mais US$ 5 milhões da Usaid.

Share:

Antibióticos combinados podem ser opção contra infecções

Na Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP, experimentos realizados com camundongos mostram que é possível se combinar diferentes antibióticos para se obter resultados mais positivos no tratamento de infecções hospitalares provocadas por alguns tipos de bactérias. Os estudos ainda estão no início, mas representam uma alternativa ao uso solitário de medicamentos para combater esse tipo de infecção.

A ideia surgiu depois que a biomédica Micheli Medeiros observou que faltam medicamentos eficazes contra alguns tipos de bactérias. “Existem algumas variedades de bactérias que são multirresistentes, que possuem resistência a mais de um antibiótico”, conta. “Um dos motivos para o surgimento dessas “superbactérias” é proveniente do uso excessivo e indiscriminado desses medicamentos”, afirma a pesquisadora.

Share:

Butantan quer 'aposentar' ratos de laboratório em pesquisas

Utilização de “Peixe Paulistinha” substitui camundongos e reduz custos dos estudos científicos

O Instituto Butantan, unidade da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e maior centro de pesquisas biomédicas da América Latina, na capital paulistas, desenvolveu projeto inovador que pode “aposentar” os ratos de laboratório na realização de pesquisas científicas.

Pelo novo modelo o “Peixe Paulistinha” será utilizado para substituir ou, em outros casos, complementar os estudos hoje realizados em ratos e camundongos, reduzindo, desta forma, os custos das pesquisas.

Share:

Fio de sutura com células-tronco acelera a cicatrização de feridas

O resultado surpreendeu até mesmo os pesquisadores que acompanhavam a evolução de uma fístula intestinal – uma ferida aberta, provocada por uma falha de cicatrização ainda de origem desconhecida e de difícil tratamento. No terceiro dia após a aplicação de um inédito fio de sutura enriquecido com células-tronco, notaram que a área do ferimento havia diminuído de tamanho, e quase fechado (75%). Trata-se de uma regeneração bem acima da obtida com os atuais recursos convencionais e que aplicam uma longa e complicada recuperação nos pacientes com esse tipo de problema em humanos, que pode durar de oito a dez semanas.

Share:

Sintomas de uma ciência doente

Quatro periódicos brasileiros foram punidos por burlar o sistema de citações para aumentar seu fator de impacto (FI).

Foi publicada hoje (29.08), na revista Nature, uma matéria que revela um esquema de citações usado por revistas acadêmicas brasileiras para aumentar seu fator de impacto (FI): medida que reflete o número médio de citações de artigos científicos publicados em determinado periódico.

A auto citação, que compreende a citação de trabalhos da mesma revista em que o artigo será publicada, já é uma prática dita antiga e vem sido rastreada e punida pela Thomson Reuters. No entanto, revistas brasileiras tentaram burlar o sistema com o famoso jeitinho brasileiro. Quatro revistas, dentre elas a Clinics, fizeram uma combinação para que uma revista citasse artigos da outras revistas do esquema. Os editores acreditaram que o sistema não detectaria este movimento, no entanto, foram pegos em flagrante. Como punição, estas quatro revistas brasileiras terão seu FI suspenso por um ano.

Share:

Novas regras aprovadas para fomento à pesquisa e à inovação

A aprovação pelo Senado Federal do Projeto de Lei de Conversão (PLC) 18 de 2013 foi um dos destaques nas discussões, nesta quarta-feira (4), de reunião do Conselho Pleno da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), em Brasília. O ministro Marco Antonio Raupp elogiou a proposta, que autoriza as fundações de apoio a ensino, pesquisa e inovação a celebrar contratos e convênios com organizações sociais e entidades privadas para apoiar as instituições científicas e tecnológicas (ICTs), categoria que inclui as universidades.

“É evidente que falta uma maior capacidade legal para dar segurança a esse relacionamento das universidades com as instituições privadas, por exemplo empresas”, comentou o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, que participou do encontro acompanhado do secretariado de sua pasta. “Esse novo marco legal pode ajudar muito nisso e resolver 80% dos problemas”, avaliou. O projeto será encaminhado à sanção presidencial.

Share:

Descoberta enzima que pode gerar biocombustíveis mais baratos

“Toda a vez que você encontrar um novo gene, você não só compreende melhor as vias bioquímicas nas quais o gene está envolvido, você também descobre novas maneiras de perturbar essas vias”. Assim o diz John Ralph, professor na Universidade de Wisconsin-Madisone e líder de investigação em Great Lakes Bioenergy Research Center (GLBRC).

Cientistas e colaboradores de várias instituições (incluindo a GLBRC), descobriram uma enzima vegetal que pode oferecer um avanço na produção de biocombustíveis concebidos a partir da celulose proveniente de resíduos agro-industriais.

Share:

Cafeina é prejudicial durante a gravidez

O consumo de cafeína durante a gravidez é prejudicial para o cérebro do bebé em desenvolvimento, conclui um estudo internacional que envolveu uma equipa de investigadores da Universidade de Coimbra (UC), Portugal, através do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) e as Faculdades de Medicina (FMUC) e de Ciência e Tecnologia (FCTUC).

A pesquisa resulta de uma parceria com o Institut National de la Santé et de la Recherche Médicale - INSERM, da Université Aix Marseille, e acaba de ser publicado na prestigiosa revista Science Translational Medicine, do grupo Science (http://stm.sciencemag.org/ / content/5/197/197ra104) tendo envolvido também cientistas da Alemanha e da Croácia.

Share:

Facebook

Sobre