Estudo conclui que o vírus Zika causa microcefalia.

Cientistas do CDC (USA) concluíram, após uma análise criteriosa das provas existentes, que o vírus Zika é a causa de microcefalia e outros defeitos do cérebro fetal grave.
Em relatório publicado no New England Journal of Medicine, os autores do CDC descrevem uma analise rigorosa de provas usando critérios científicos estabelecidos.
"Este estudo marca um ponto chave ao se falar no surto Zika. Agora é claro que o vírus causa microcefalia. Também estamos lançando mais estudos para determinar se crianças com microcefalia, nascida de mães infectadas pelo vírus Zika é a ponta do iceberg de prejudiciais efeitos sobre o cérebro e outros problemas de desenvolvimento", disse Tom Frieden, diretor do CDC.

Confirmada as evidências sugeridas, é deixada a orientação precoce para mulheres grávidas e seus parceiros a tomar medidas para evitar a infecção Zika, também é orientado aos profissionais de saúde que estão em contato direto com seus pacientes,  estabelecer esta relação entre Zika e defeitos no cérebro fetal é um passo importante para conduzir os esforços de prevenção adicionais, concentrando-se as atividades de investigação e reforçando a necessidade de comunicação direta sobre os riscos da Zika.
Leia mais em CDC (em inglês)
Share:

Facebook

Sobre